Mundo

Morreu menino que ficou paralisado após comer hambúrguer contaminado

Criança ainda não tinha dois anos de idade quando comeu o hambúrguer contaminado, comprado no Lidl, tendo ficado paralisada

Morreu menino que ficou paralisado após comer hambúrguer contaminado

 

Morreu Nolan Moittie, o menino francês que ficou paralisado depois de comer um hambúrguer contaminado comprado num supermercado Lidl, em 2011. Oito anos depois, aos 10 anos de idade, Nolan sucumbiu a uma paragem cardíaca.

De acordo com o Le Fígaro, Nolan foi internado nos cuidados intensivos no passado sábado, depois da paragem cardíaca, e acabou por morrer.

O menino tinha penas 23 meses quando, em junho de 2011, adoeceu por causa de um hambúrguer contaminado com a batéria E.Coli (Escherichia Coli), em Hauts-de-France, na zona norte de França, juntamente com mais 14 crianças.

A criança desenvolveu sequelas neurológicas por causa de um condição de saúde pré-existente e ficou paralisada.

As outras crianças que comeram a mesma carne desenvolveram síndrome hemolítica-urémica (SHU), uma síndrome causada por uma infeção bateriana e que é caracterizada por insuficiência renal progressiva, anemia hemolítica e lesão das paredes dos vasos sanguíneos.

A carne contaminada, recorde-se, pertencia à marca Steak Country, ainda que tenha sido comercializada nas superfícies Lidl, e o caso foi julgado em tribunal em 2017. O proprietário da marca foi condenado a três anos de prisão e ficou impedido de voltar a manter qualquer tipo de atividade industrial ou comercial, tendo ainda que indemnizar as vítimas.

Fonte: Noticiasaominuto

Deixe seu comentário

Etiquetas